AGU atualiza modelos de editais de acordo com novo decreto sobre pregão eletrônico

Imprimir: AGU atualiza modelos de editais de acordo com novo decreto sobre pregão eletrônico Compartilhamento: AGU atualiza modelos de editais de acordo com novo decreto sobre pregão eletrônico AGU atualiza modelos de editais de acordo com novo decreto sobre pregão eletrônico AGU atualiza modelos de editais de acordo com novo decreto sobre pregão eletrônico AGU atualiza modelos de editais de acordo com novo decreto sobre pregão eletrônico
Publicado : 16/10/2019 - Alterado : 21/10/2019

Imagem: Ascom/AGU
Imagem: Ascom/AGU

A Advocacia-Geral da União (AGU) atualizou os modelos de editais e termos de referências que estão disponíveis em sua página na internet. As mudanças foram feitas para atender as normas de decreto (n.º 10.024/19 )da Presidência da República que regulamenta o pregão, na forma eletrônica, para a aquisição de bens e serviços na administração pública federal. O decreto, que substituirá o que estava em vigor desde 2005, passa a valer no dia 28 de outubro.

Os modelos são disponibilizados pela AGU como ponto de partida para a elaboração de minutas de editais e anexos, ao mesmo tempo em que trazem referências para dar segurança e celeridade à análise jurídica de licitações.

Especificamente para as contratações de serviços, a utilização desses modelos é obrigatória em toda a administração pública federal.

A Câmara Nacional de Modelos de Licitações e Contratos Administrativos do Departamento de Coordenação e Orientação de Órgãos Jurídicos (Decor) da Consultoria-Geral da União disponibiliza modelos de Edital, Termo de Referência, Projeto Básico, Ata de Registro de Preços e Termo Contratual. Os documentos são usados como referência pela administração federal e também por estados e municípios.

“É uma ferramenta que se tem mostrado muito útil tanto para a administração como para os órgãos jurídicos da Advocacia-Geral da União, que partem do exame de cada caso concreto a partir de um prévio modelo já aprovado pela Consultoria-Geral da União. Isso enseja certamente unidade na atuação administrativa, uniformidade da atuação jurídica como também eficiência na tramitação dos processos de licitação e contratação pública”, avalia o diretor do Departamento de Coordenação e Orientação de Órgãos Jurídicos (Decor) da Consultoria-Geral da União, Victor Ximenes Nogueira.

CLT

Os novos modelos de editais incluem também uma nova regra da Consolidação da Leis Trabalhistas (CLT), que entrou em vigor com a reforma trabalhista de 2017.

A mudança na lei obrigou que empresas contratadas para serviços continuados com dedicação exclusiva de mão-de-obra encaminhem, a cada 12 meses de vigência dos contratos, documentos que comprovem a quitação anual das obrigações trabalhistas.


 
« Notícia anterior
 
Próxima notícia »