INTERRUPÇÃO DE FÉRIAS

Imprimir: INTERRUPÇÃO DE FÉRIAS Compartilhamento: INTERRUPÇÃO DE FÉRIAS INTERRUPÇÃO DE FÉRIAS INTERRUPÇÃO DE FÉRIAS INTERRUPÇÃO DE FÉRIAS
Publicado : 12/05/2012 - Atualizado às : 13:35:38
O QUE É?
É a interrupção das férias do servidor(a) por motivo de calamidade pública, comoção interna, convocação para júri, serviço militar ou eleitoral, ou por necessidade do serviço declarada pela autoridade máxima do órgão ou entidade.

IMPORTANTE SABER:
As férias somente poderão ser interrompidas por motivo de calamidade pública, comoção interna, convocação para júri, serviço militar ou eleitoral, ou por necessidade do serviço declarada pela autoridade máxima do órgão ou entidade.
O restante do período interrompido será gozado de uma só vez, isto é, sem parcelamento.
Para que seja caracterizada a interrupção de férias, o servidor(a) deverá usufruir pelo menos 01 (um) dia de férias. Portanto, a data de início do período a ser interrompido deverá ser, pelo menos, a partir do 2º dia das férias.
A solicitação de interrupção de férias deverá ser enviada somente pela chefia imediata do servidor(a) ou pelo designado pelo envio dos pedidos de férias da respectiva Unidade.
O pedido deverá ser enviado na data de início da interrupção, ou, pelo menos, dentro do período a ser interrompido. Não é permitido interromper férias futuras.
A reprogramação (ou saldo de interrupção) deverá ser usufruída antes das demais parcelas para evitar sobreposição de períodos, uma vez que o usufruto deverá ocorrer de forma cronológica.
Não é permitido interromper férias de empregados celetistas.

CONTATO
E-mail: cogep.seref@agu.gov.br